3 de abril de 2018


O Sol de hoje já se esconde, lá bem no fundo, num horizonte infinito.
Terminou um dia de vida, de emoções e de escolhas.
Já não interessa se foi um dia bom, já não interessam os acontecimentos de hoje.
Cheguei ao fim do dia, consegui ver o Sol lá longe a desaparecer.
Agora, fico na quietude da noite e aguardo apenas pelo amanhã.
Amanhã terei novas escolhas, novas emoções, novos desafios...
Todos os dias há um recomeço e eu agradeço por ele!

Sem comentários:

Enviar um comentário